Gírias Gays e Subculturas

As gírias gays (ou gay slangs) surgem da necessidade de se comunicar em público em um período em que a homossexualidade era fortemente reprimida e perseguida. Elas nasceram e se popularizaram dentro da comunidade LGBT+ no desenvolvimento das lutas pelos seus direitos. Atualmente, tendo a cessão, pelo menos em comparação com décadas anteriores, da criminalização e perseguição LGBT+, boa parte dessas gírias caíram em desuso ou se perderam na história. Dada tal introdução, conheça algumas dessas gírias e o que elas significam/representam:

Bear

Bear é um dos, senão o, mais popular e velho termo de uma comunidade/subcultura da comunidade gay, sendo utilizado na década de 70 por quaisquer pessoas peludas e corpulentas. Representa, de forma básica, uma pessoa corpulenta, seja por ser musculosa, robusta ou os dois. Tendo como característica marcante a quantidade exorbitante de cabelo pelo corpo e uma belíssima barba para complementar o visual; são conhecidas como as pessoas mais gentis que você vai conhecer em sua vida. Vale frisar que dentro da comunidade bear há grupos menores, com características mais específicas, como por exemplo Polar Bear, que é um “urso” de pelos brancos.

Cub

Usualmente, um bear é uma pessoa adulta. Seguindo as mesmas características, ume cub é ume bear mais jovem (ume baby bear, se preferir). Cub surge após a separação do termo Bear em categorias mais específicas, tais quais: Cub, Otter e Wolf, que serão abordadas mais à frente.   

Twink/Twunk/Chicken 

Por ter uma origem controversa e sua associação constante à indústria pornográfica e hipersexualização masculina, muitas vezes o termo twink é usado de forma pejorativa. Twink pode ser descrito como o total oposto de Bear, descrevendo uma pessoa franzina e sem cabelo pelo corpo, associado também a presença de feminilidade (Tal qual o termo abrasileirado “Gay afeminado”). Chicken é utilizado para descrever ume jovem twink, e twunk é ume twink musculoso (mas sem fugir do padrão de franzino).

Otter

Como mencionado anteriormente, Otter surge após uma classificação mais específica do termo Bear, Otter é uma pessoa cuja aparência física se encontra entre as características de Bear e Twink, apresentando uma estrutura corporal de tamanho médio, e a presença de pelos e de diferentes estilos de barbas. Otters podem pertencer a qualquer faixa etária, sendo vistes como pessoas calmas. 

Wolf

Wolfs apresentam características semelhantes a Otter, tal qual a apresentação entre Twink e Bear, entretanto diferente de ume Otter, ume Wolf apresenta um foco na estrutura muscular e dominância sexual, tendo uma postura mais masculinizada.

Gym Rats

Termo utilizado para descrever gays que passam muito tempo na academia, que falam exclusivamente (ou quase toda hora) sobre academia. 

Giraffe

Termo utilizado para descrever gays que apresentam uma altura excepcional, pessoas muito altas.

Pig

Pig é um trocadilho sobre sexo, sendo descrito como gays que praticam kinks e muitas outras práticas sexuais.

Chickenhawk/ Chicken Hawk

O termo foi popularizado em comunidades gays do Reino Unido e da América do Norte, e serve para indicar gays mais velhes que buscam se relacionar com gays mais jovens. Por conta da proximidade com práticas de pedofilia, o termo é muitas vezes rejeitado pela comunidade LGBT+ e visto com maus olhos no geral. 

Troll

Este é um termo mais geral, estendendo-se para gays, multissexuais e pessoas que estão se descobrindo. Troll é aquela pessoa que vaga em busca de possíveis parceires sexuais e/ou experiências sexuais, dependendo do contexto, o termo pode ter uma conotação negativa ou positiva.

Pup

Diretamente ligado com o pup play, uma prática cada vez mais popular na comunidade gay. Pup play é quando uma pessoa se comporta como um filhote tendo treinadore(ies), ê treinadore deve tratar sue filhote com amor e afeição, assim como um cachorrinho. Esta prática é bastante utilizada por gays iniciantes nas práticas de kink, além de possuir uma dinâmica relaxante assim como todos os kinks. Vale ressaltar que Pups são bastantes jovens e possuem um formato de corpo variado, algumas definições de Pup, indicam que são novates na comunidade gay sem muito conhecimento ou experiência no tema.

Bull

Atraentes e musculosas máquinas que pesam 90+ kg. Bull são pessoas grandes, fortes e musculosas. Na maioria das vezes caracterizades como ê parceire agressive e masculinizade da relação.


Por fim, é importante lembrar que tais slangs não são de uso exclusivo da comunidade gay, visto que atualmente foram apropriadas pela indústria pornográfica, sendo utilizadas como tags para pornografia entre homens (cis).

Dito isso, é importante frisar a utilização dessas gírias no desenvolvimento da comunidade gay e LGBT+. Reduzi-las a um filtro de pornografia é de enorme falta de respeito com a história da comunidade, assim, é necessário um esforço da comunidade como um todo, a fim de resgatar tais gírias e apresentar e falar delas, ressaltando a sua importância tanto no descobrimento sexual como na valorização e aceitação de suas expressões de gênero e dotes físicos.

Compartilhe: