LGBTphobic Terms and Expressions

ūüĆź Translation in progress

A l√≠ngua portuguesa √© vasta, e √© comum que express√Ķes e g√≠rias surjam constantemente como forma de express√£o popular. Essas palavras s√£o passadas de boca em boca entre as gera√ß√Ķes e, pouco a pouco, seu significado original pode ir se perdendo. Assim, termos que come√ßaram como forma de ridiculariza√ß√£o e preconceito s√£o utilizados ainda hoje sem que as pessoas saibam (ou se lembrem) de suas origens. Abaixo segue uma lista com alguns deles, assim como o motivo pelo qual deveriam cair no esquecimento.

1. Traveco: 

Termo comumente utilizado para falar de pessoas trans (principalmente mulheres) e travestis. O sufixo -eco √© um diminutivo que, muitas vezes, √© utilizado de forma pejorativa, dando a entender que pessoas trans s√£o ‚Äúmenores‚ÄĚ que pessoas cis.

2. Opção sexual:

Essa √© uma express√£o muito utilizada ao falar da orienta√ß√£o de algu√©m, no entanto, o uso dessa express√£o √© incorreto, pois d√° a impress√£o de que a sexualidade da pessoa foi uma escolha dela, uma op√ß√£o. Nesse caso, deve-se falar ‚Äúorienta√ß√£o sexual‚ÄĚ ou ‚Äúsexualidade‚ÄĚ.

3. ‚ÄúQuem √© o homem (ou mulher) da rela√ß√£o?‚ÄĚ: 

Essa √© uma pergunta de cunho homof√≥bico, que tenta colocar rela√ß√Ķes homoafetivas nos moldes cisheteronormativos. N√£o existe ‚Äúhomem e mulher da rela√ß√£o‚ÄĚ entre pessoas s√°ficas ou aquileanas, existem apenas duas pessoas que se amam.

4. ‚ÄúVoc√™ n√£o parece ser‚Ķ‚ÄĚ :

A frase reforça esteriótipos e a visão de que pessoas LGBT+ precisam seguir determinado padrão. Mais uma vez, o objetivo dela é reforçar os moldes cisheteronormativos. Gays, lésbicas, bi,trans e pessoas queer em geral não precisam ter uma aparência ou um conjunto de características em comum para serem consideradas parte da comunidade.

5. Sapat√£o (quando n√£o se √© lesbica): 

A express√£o ‚Äúsapat√£o‚ÄĚ, quando dita por pessoas de fora da comunidade l√©sbica, tem um teor depreciativo e preconceituoso, que trata l√©sbicas como sendo ‚Äúmenos mulheres‚ÄĚ que as mulheres h√©teros. O certo, nesse caso, √© chamar pessoas l√©sbicas pelo nome de sua sexualidade: ‚Äúl√©sbica‚ÄĚ.

6. Homossexualismo: 

Utilizada amplamente at√© a d√©cada de 90, a palavra traz o sufixo -ismo, que comumente se refere a doen√ßas, tornando a palavra inapropriada e com vi√©s preconceituoso. Ao inv√©s disso, procure usar ‚Äúhomossexualidade‚ÄĚ ou, dependendo do caso, os termos espec√≠ficos das orienta√ß√Ķes (gay, l√©sbica e afins).


Referências: