Spacey Recommends – Koda G.

ūüĆź Translation in progress

Koda Gabriel é um autor não-binário, bissexual e assexual. Suas obras variam entre romance, ficção especulativa e erotismo transviado.

ūüĒě Aten√ß√£o! Esta edi√ß√£o do Spacey Indica trata de assuntos sexuais e por isso n√£o √© recomendada para menores de 18 anos.

Foto de Koda. Ele √© branco e gordo, com o cabelo castanho escuro curto jogado para o lado direito. Usa uma blusa cinza com uma estampa alaranjada no centro e uma cal√ßa meio esverdeada. Sorri sem mostrar os dentes e encara a c√Ęmera com os olhos semicerrados. Suas m√£os est√£o nos bolsos, e aparece da coxa para cima.

“[…] gosto muito de ver uma m√≠dia muito feita para h√©tero-cis e pensar em como posso subverter/quebrar e transformar em algo transviado e fora da curva.”
‚ÄĒ Koda G.

Suas obras misturam romance, ficção especulativa e erotismo. O que você mais gosta de escrever?

Olha, com certeza erotismo! O er√≥tico transviado virou meu m√©todo de express√£o favorito, mas acho que o principal motivo √© que eu criei um espa√ßo onde eu posso experimentar misturando de tudo. Ent√£o eu tenho a liberdade de fazer um er√≥tico que √© fant√°stico, outro que √© bem contempor√Ęneo, fic√ß√£o cient√≠fica, misturar personagens diferentes, etc. √Č onde eu me sinto em casa para explorar minhas ideias mais fora da caixinha, no fim das contas.

Como você se inspira para criar seus personagens e enredos?

Em geral √© muita leitura, refer√™ncias de coisas que eu vi/li, conversas com amigues e algumas vontades pessoais, claro haha. Eu gosto muito de webcomics +18, por exemplo, ent√£o j√° li algumas assim que sempre me inspiram. Tamb√©m gosto muito de ver uma m√≠dia muito feita para h√©tero-cis e pensar em como posso subverter/quebrar e transformar em algo transviado e fora da curva. 

Como você desenvolve suas cenas eróticas?

Olha muita coisa fica rolando na minha cabe√ßa antes de das hist√≥rias irem para o papel, viu? Em geral eu anoto todas as ideias de cenas que tenho, e muitas vezes come√ßo a desenvolver em blocos de notas ou no chat de amigos, conversando sobre novas ideias mesmo. E fico marinando essa ideia por um tempo, pensando em possibilidades, cen√°rios, etc at√© sentar e colocar em uma ordem sequencial que fa√ßa sentido. Sempre gosto de escrever um roteiro antes e ir explorando e explodindo a cena para detalhar mais e deixar mais er√≥tico e mais viado. 

Quais são as maiores dificuldades de escrever contos eróticos?

Acho que em geral o que sempre me pega √© o medo da recep√ß√£o. Dei muita sorte de ter constru√≠do um p√ļblico que hoje gosta do que eu fa√ßo e se empolga junto comigo, mas, como disse, estou cada vez mais me enredando por caminhos novos e n√£o convencionais, ent√£o sempre bate aquela ansiedade antes de escrever e publicar alguma coisa, sabe? √Č algo que tem melhorado com o tempo, ent√£o estou cada vez mais a vontade com o que eu fa√ßo e com o meu p√ļblico, mas em algum n√≠vel sempre volta. 

Qual é o seu maior desafio como escritor?

Entender melhor a minha const√Ęncia de escrita e lidar melhor com altos e baixos do processo, em geral. N√£o pretendo que a escrita me sustente algum dia, mas ainda coloco bastante cobran√ßa ao redor do tema, ent√£o n√£o acho que minha rela√ß√£o est√° 100% saud√°vel. Acabo me cobrando bastante, mesmo sem as vezes ter condi√ß√Ķes de produzir tanto quanto queria, e acho que me tornar mais razo√°vel quanto a isso √© um grande desafio que to buscando melhorar. 

Quais s√£o os seus principais conselhos para outros escritores?

Encontre seu ritmo, encontre seu p√ļblico e se permita escrever exatamente o que voc√™ quer escrever! Porque √© ai que vai estar a melhor parte, que √© fazer algo que no fim te deixa feliz, mesmo sendo desafiador e √†s vezes fazendo passar raiva. 


Acompanhe Koda G.