Transmisogyny

ūüĆź Translation in progress

A condi√ß√£o de mulheres e pessoas trans alinhadas ao feminino na sociedade √© carregada de estere√≥tipos que se fundamentam na discrimina√ß√£o de g√™nero, como a transfobia e a misoginia. Essas discrimina√ß√Ķes podem atuar em conjunto e intensificar o preconceito contra pessoas trans.

Entende-se por transmisoginia uma jun√ß√£o entre esses dois tipos de preconceito. No entanto, √© preciso perceber que a transmisoginia n√£o atinge somente mulheres ou pessoas trans alinhadas ao feminino, visto que essa observa√ß√£o deve levar em conta as express√Ķes de g√™nero de pessoas trans, al√©m de suas identidades.

A transfeminista norte-americana Julia Serano foi a respons√°vel por cunhar o termo ‚Äútransmisoginia‚ÄĚ e por teorias a respeito do seu significado social, cultural e pol√≠tico. No seu livro Whipping Girl, ela explica que quando uma pessoa trans √© discriminada n√£o apenas por n√£o cumprir as normas de g√™nero, mas por suas express√Ķes de feminilidade, ela se torna v√≠tima de uma forma espec√≠fica de discrimina√ß√£o: a transmisoginia.

Julia apresenta exemplos que n√£o s√£o t√£o observados comumente, mas que comp√Ķem manifesta√ß√Ķes de transmisoginia e em como esse preconceito est√° arraigado na sociedade. Um dos exemplos √© em como a m√≠dia hipersexualiza as mulheres trans criando a impress√£o de que elas s√£o profissionais do sexo, afirmando que elas optam pela transi√ß√£o por cirurgias e terapia hormonal por raz√Ķes principalmente sexuais. Essas representa√ß√Ķes n√£o apenas menosprezam a condi√ß√£o das mulheres trans, mas sugerem que por serem mulheres elas n√£o possuem valor social al√©m de poderem ser sexualizadas.

A transmisoginia pressup√Ķe uma hierarquiza√ß√£o de g√™nero em que o masculino se sobrep√Ķe ao feminino. Essa ideia baseada no ser masculino como superior considera uma l√≥gica transf√≥bica, visto que o homem trans n√£o participa dessa domina√ß√£o de g√™nero, pois este sofre opress√£o baseada na sua transgeneridade. A conjuntura da transmisoginia leva em considera√ß√£o estere√≥tipos sobre corpos trans e sua discrimina√ß√£o se baseia essencialmente nisso. Mulheres trans s√£o violentadas por performarem sua feminilidade, enquanto homens trans s√£o violentados pela natureza do seu corpo, designado como feminino no nascimento.


Referências