Aquilean

ūüĆź Translation in progress

Os termos juv√©licos s√£o termos utilizados para descrever relacionamentos sem invalidar as orienta√ß√Ķes presentes no relacionamento, visto que, nomear um relacionamento entre dois homens de relacionamento ‚Äúgay‚ÄĚ pode resultar num apagamento de suas identidades.

Aquileano é um termo juvélico que se refere à atração de homens, pessoas alinhadas ao masculino, pessoas de alinhamento neutro ou pessoas que não possuem um alinhamento. No entanto, essas pessoas não podem ser exclusivamente alinhadas ao feminino.

A atra√ß√£o aquileana, assim como outras presentes nos termos juv√©licos, serve para englobar relacionamentos entre pessoas multi, assim descrevendo relacionamentos sem apagar essas identidades; especificar atra√ß√Ķes dentro de uma orienta√ß√£o, isto √©, evidenciando suas prefer√™ncias por determinado(s) g√™nero(s) e/ou identidade(s) de g√™nero(s); descrever uma atra√ß√£o sem ter certeza de sua orienta√ß√£o espec√≠fica (uma pessoa alinhada ao masculino que sente atra√ß√£o por homens pode descrever sua atra√ß√£o como aquileana, sem precisar afirmar sua orienta√ß√£o como gay).

O termo aquileano, etimologicamente, se refere ao guerreiro Aquiles, presente nas hist√≥rias da mitologia grega, protagonista da Il√≠ada, de Homero. Aquiles possu√≠a um relacionamento com outro personagem, P√°troclo. No livro de Homero, Aquiles descreve P√°troclo como ‚Äúo homem que eu amei al√©m de todos os outros companheiros, amei como minha pr√≥pria vida‚ÄĚ.

A bandeira aquileana j√° sofreu diversas modifica√ß√Ķes ao longo do tempo. A primeira foi desenhada em 2016 pelo perfil do Tumblr pridepositivy. No mesmo ano, por√©m, em 5 de outubro de 2016, o perfil Pride-Flags no DeviantArt desenhou a bandeira mais utilizada hoje em dia.

A bandeira contém três listras, sendo duas azuis, uma na parte superior e outra na parte inferior, e uma listra branca no meio. No centro da bandeira, um cravo verde.
Bandeira Aquileana

A bandeira contém três listras, sendo duas azuis, uma na parte superior e outra na parte inferior, e uma listra branca no meio. No centro da bandeira, um cravo verde. Na Roma Antiga e na Inglaterra do século XIX, o cravo verde era comumente colocado na lapela indicando que aquela pessoa sentia atração por homens, exclusivamente ou não.


Referências: