Pronome Neutro Existe?

A linguagem neutra não consiste de apenas uma, mas sim de várias formas de ocultar os marcadores de gênero, sejam eles sociais ou gramaticais¹, durante a comunicação. Ela pode se dar, por exemplo, através do uso de termos generalizados, como trocar o uso do masculino plural genérico, por exemplo “boa noite a todos” por “boa noite a todas as pessoas” ou “sejam bem-vindos” por “boas vindas”. Há, ainda, outras formas de neutralizar uma língua , como o uso dos pronomes neutros, que vêm causando polêmica tanto no meio conservador quanto entre aquelas pessoas que são — supostamente — mais abertas a mudanças e à diversidade.

Ler mais

O que é Pajubá?

Indivíduos possuem maneiras diversificadas de se comunicar, e essa comunicação atende às demandas de suas vidas e de acordo com as características do grupo de falantes. Convida-se o leitor a compreender as demandas linguísticas de mulheres trans e travestis que historicamente utilizam a palavra como estratégia de sobrevivência, um método que se espalhou pela comunidade LGBTQIAPN+.

Ler mais

Nomes étnicos

As etnias podem ser entendidas como grupos definidos historicamente através de suas interações, possuindo sua própria linguagem, forma de organização e costumes. As etnias não podem apenas ser compreendidas pela origem geográfica de um povo, já que um mesmo povo com diferentes trajetórias pode adotar costumes diferentes. As etnias podem se formar por diversos fenômenos como migração voluntária ou forçada. Elas se auto definem e são definidas por grupos externos. Já os nomes são peças chave na construção de identidades, na inserção de indivíduos em sua família e sociedade, e na identificação e continuação de sua origem e história. O nome diz respeito a individualidade de um sujeito e pode servir como uma forma de externalizar suas origens e tradições.

Ler mais

A Escravidão no Capitalismo

O dia 2 de Dezembro é o Dia Internacional para a Abolição da Escravatura. Ele foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) em homenagem à Convenção das Nações Unidas para a Supressão do Tráfico de Pessoas e da Exploração da Prostituição de Outros, realizada em 1949.

Ler mais